Dicas de Homem

Economizar com o IPVA

No início do ano o brasileiro sofre para pagar tanta conta. É a mensalidade e o material escolar das crianças, é o aumento do aluguel, os impostos e outras coisas mais. Tem que ser um verdadeiro malabarista para conseguir quitar tudo, sem ficar com dívidas. Por isso, se o cidadão pode economizar com algo, vale a pena. Na cobrança do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) é possível diminuir o pagamento do valor total, em vez do parcelo oferecido pelo governo, por exemplo.

imposto ipva

Como economizar com o IPVA

Há duas maneiras de se pagar o IPVA: à vista ou parcelado. Caso se escolha a primeira opção, o motorista terá direito a um desconto em cima do valor do imposto. Dependendo do valor do abatimento, essa antecipação pode valer a pena ou não. Se o cidadão tem o dinheiro todo e não vai utilizado, compensa adiantar o pagamento, pois evita se esquecer de efetuar o pagamento e não há o risco de multas de atraso serem cobradas. Contudo, se a pessoa não puder se dispor do dinheiro integralmente, pode quitar o valor mensalmente através de parcelas fixas.

O desconto pode chegar até 10% do valor do IPVA, dependendo do Estado. E é possível verificar quanto será cobrado calculando o valor em cima da tabela FIPE, que mostra o preço médio dos veículos no Brasil.

Como calcular o IPVA para economizar?

O valor do IPVA é variável de veículo para veículo, indo de 1% a 6% do valor de venda do automóvel. Para calcular, primeiro verifique o valor do veículo na tabela FIPE e depois a alíquota cobrada por ele no Estado onde mora, pois esse valor varia de acordo com a localidade, o tipo do combustível e características do automóvel. Multiplique o valor do veículo com a alíquota e tem-se quanto será cobrado pelo imposto. Por exemplo, o valor de um carro é R$ 25.000,00 na tabela FIPE e a alíquota estadual cobrada é 5%, multiplicando o valor do IPVA será de R$1.250,00.

Como consultar a alíquota do IPVA para se programar?

O valor de cobrança do IPVA depende de cada Estado e por isso o motorista precisa consultar a alíquota no Departamento de Trânsito (Detran) de sua localidade, pois é este órgão que define as datas de pagamentos, a percentagem de descontos e o valor que será cobrado. Calcule tudo e se programe para pagar à vista ou parcelado. Mesmo se o desconto do pagamento integral for pequeno, você pode utilizá-lo para ajudar a pagar outro imposto do início do ano como o IPTU. Mas, tudo isso depende se você ficará ou não descapitalizado com a quitação à vista do IPVA.

Não deixe atrasar o seu IPVA para economizar

O pagamento do IPVA acontece conforme o calendário IPVA, de acordo com o final das placas dos veículos. Caso se esqueça de pagar ou atrase o pagamento das parcelas do IPVA, será cobrada uma multa diária de 0,33% do valor total do imposto, até o teto máximo de 20%. O motorista ainda pode ter o seu automóvel apreendido, durante uma blitz policial. Se isso acontecer, ele terá que quitar o valor integral do tributo com as multas de atraso e ainda pagar os dias que o veículo ficou retido no Detran, ou seja, sai bem mais caro do que pagar o valor do IPVA parcelado ou à vista.

Gostas-te? Então partilha!

Comenta!